Notícias

7º FAS – Forum ADCE para Sustentabilidade encerra com o lançamento da 8ª edição

 

A Associação de Dirigentes Cristãos de Empresa (ADCE) RS encerrou, na noite desta quarta-feira (27), o 7º FAS – Forum ADCE para Sustentabilidade e lançou a 8ª edição, que ocorre no próximo ano e terá como tema principal O Conhecimento. O vice-presidente da entidade, Juarez Pereira, agradeceu a presença de todos, especialmente de todo os palestrantes e painelistas, que expuseram brilhantemente os temas propostos, durante dois dias de trabalho, no Teatro da PUCRS, em Porto Alegre. “A partir desta quinta-feira (28), começamos a trabalhar na próxima edição e quero aqui agradecer a todos que vieram compartilhar conosco e refletir sobre a problemática da nossa humanidade, e com certeza iremos obter muitos avanços, pois além de discutir as dificuldades estamos apresentando várias propostas, como a apresentada à economia do Estado e entregue à secretária de Meio Ambiente, Ana Pellini.

A secretária recebeu das mãos do engenheiro agrônomo e consultor em Marketing para o Agronegócio, Victor Hugo Carrão, a cópia de um estudo realizado por ele e que abordou Política e Ações para a Agrossustentabilidade, com a conversão da agricultura tradicional para a agroecológica, o que ele denominou de a Revolução Verde.

A secretária destacou estar muito honrada em receber o documento e transmitiu o apoio do governador Sartori às ações da ADCE, que tem papel fundamental no desenvolvimento do Estado. “Precisamos investir nos valores dos nossos cidadãos e isso a ADCE faz muito bem”.

Além disso, ela elogiou o estudo de Carrão, que segundo ela, está bem dentro do que é defendido dentro da Sema. Ela citou algumas iniciativas já implantadas no Estado e que se assemelham ao que está sendo proposto por Carrão, como a Ecocitrus do Vale do Caí, Agroflorestas, entre outros, que mostram que a agricultura sustentável já é uma realidade no Estado e que com certeza irá gerar mais empregos, renda e garantir a saúde da população.

   

Atitude e Sociedade e o bem comum permearam a palestra e painel no início da tarde

 

Nas palestras retomadas à tarde, a partir das 14h, desta quarta-feira (27), o PhD pelo IESE Business Scholl, Espanha, em Operations Manamegent, Fábio Cerquinho, propôs uma reflexão aos participantes sobre suas atitudes para transformar suas vidas e como se sentiam em relação a ela, se viviam pela busca do prazer, do poder ou de um propósito, este último muitas vezes deixados de lado.

Em seguida, foi iniciado o painel sobre A Sociedade a partir do Bem Comum, com a mediação do pedagogo, filósofo, reitor da Ulbra, Marcos Fernando Ziemer, doutor em Educação pela Universidade da Coruña.

Em primeiro lugar, o doutor em Filosofia do Direito e Mestre em Direito do Estado e Teoria do Direito, Wambert Di Lorenzo, falou sobre o papel da pessoa humana para o bem comum. Segundo ele, toda a vez que o indivíduo atenta contra o bem comum (de todos os indivíduos) , faz o mal para ele próprio. “Para ser feliz vou buscar minha plenitude, mas sem o bem comum, não irei alcançar a minha felicidade”.

O papel do Estado para o bem comum foi analisado pelo advogado e doutor em Direito do Estado, Carlos Eduardo Reverbel, que fez uma análise sobre a situação política mundial e mais especificamente do Brasil, carga tributária e a forma como ela atinge a renda e a vida das famílias mais pobres, além de analisar como se dá a tomada de decisões pelos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e o impacto disso na vida das pessoas. Ao final ele concluiu que para alcançar o bem comum, o Brasil precisa passar por uma profunda reforma política. Segundo ele, o governo atual está omisso em relação a estas reformas e não está dando as respostas necessárias que devem ocorrer na política como um todo. “Precisamos pensar qual a política que queremos para os próximos 50 anos”, afirma.

A última apresentação do painel, foi realizada pelo teológo e vice-presidente de Ação Social da ELBI, Airton Schoereder, que falou sobre o papel da Igreja para o tão almejado bem comum. “Eu sonho com uma igreja fanática por gente, capaz de se indignar com o sofrimento das pessoas”, disse ao iniciar sua apresentação. Ele apresentou atitudes cristãs, recomendadas a partir da Bíblia e que devem ser adotadas em favor do outro, para que o bem comum possa se consolidar através de ações concretas.

Após o intervalo, o presidente dos Conselhos de Administração da ALE Combustíveis, Codeme e Metasa, Sérgio Cavalieri, falou sobre A nova Arca de Noé: a Sociedade a partir da Verdade, da Justiça e da Caridade. Segundo ele, o tema bíblico aterrissa no dia-a-dia dos negócios. Recordou o que foi a passagem que se deu por causa da corrupção da humanidade e a ameaça divina e suas semelhanças com o mundo atual, cheio de novidades e conectado, que deu poder às pessoas pela comunicação e o tirou das instituições. Ele citou avanços importantes para a humanidade, como o crescimento da renda percapita, redução do analfabetismo,  mas com muitos problemas. A resposta da ADCE para mudar esta realidade foi chamar os empresários cristãos, que têm a ética presente em suas vidas, para que construam suas empresas sobre valores de verdade, justiça e caridade, na busca pelo resgate da dignidade da pessoa humana, segundo ele, virando a chave, do foco financeiro para o ser humano, através do programa Empresa com Valores, a fim de formar empresários com valores cristãos, a partir de grupos de reflexão e vivência.

A última palestra da tarde foi com o engenheiro agrônomo e consultor em Marketing para o Agronegócio, Victor Hugo Carrão, que abordou Política e Ações para a Agrossustentabilidade – a Revolução Verde.

 

Palestras da manhã abordam aspectos da sociedade atual e os desafios para a retomada dos valores

 

Pela manhã, os palestrantes abordaram aspectos plurais da sociedade atual e os desafios necessários para a recuperação dos valores éticos e morais durante o 7º FAS – Forum ADCE para Sustentabilidade. A programação culminou com a fala do advogado Fábio Medina Osório, doutor pela Universidade de Complutense de Madrid e Ex-advogado Geral da União, que falou sobre a Operação Lava-Jato e os seus reflexos na economia e política brasileiras, o combate à corrupção e o resgate da ética no Mundo inteiro, o que caracterizou como O Dilúvio Necessário ao Resgate das Virtudes e Valores.

Osório comparou a operação à história bíblica do dilúvio, uma catástrofe necessária diante das transgressões do ser humano aos valores éticos e morais. Segundo ele, a Lava Jato se constituiu na maior operação anti-corrupção realizada no Mundo e que reposicionou o Brasil num patamar positivo em relação ao combate à má gestão pública e práticas corruptas. Também deixou evidente o amadurecimento e o bom funcionamento de instituições governamentais como Polícia Federal, Ministério Público Federal, Receita Federal, entre outras. Ele realizou uma analogia do impacto e efeitos negativos da corrupção no desenvolvimento econômico e proteção dos direitos humanos. “A corrupção isola o país do cenário internacional, o investidor tem medo de investir num país corrupto”, ressaltou.

Neste segundo e último dia do evento, as palestras reiniciaram por volta das 8h30min, com o presidente da Unión Internacional Cristiana de Dirigentes de Empresas (Uniapac) Latinoamericana, da Argentina, Luis Bameule, que abordou O papel do empresário na Construção da Sociedade da Verdade, Justiça e Caridade, valores que segundo ele, devem estar presentes no dia a dia das empresas. Para ele, o empresário tem um papel fundamental na sociedade para incentivar estas boas práticas. Para isso, é necessário se envolver efetivamente com a política, nem que seja para fiscalizar e assegurar que estas práticas sejam incentivadas.

A diversidade cultural e as diferentes perspectivas dos indivíduos foram abordados como desafios à participação dos cristãos nesta sociedade com multiplicidade de contextos culturais pelo professor e vice-reitor da Ulbra, Ricardo Willy Rieth, graduado em Ciências Sociais, em Teologia e Doutor em História da Igreja. Segundo ele, as pessoas cristãs são parte desta sociedade multicultural e pós-moderna. Ele define como cristão, aquele que crê, no sentido de ter confiança, na sua própria existência em Jesus Cristo conforme a Escritura Sagrada como seu Deus e Salvador e busca cumprir a vocação para a qual foi chamado pelo Deus Pai, Filho e Espírito Santo.  

As palestras foram retomadas às 14h, com o PhD pelo Iese Business Scholl, Espanha, em Operations Management, Fabio Cerquinho, que falou sobre a Sociedade do Bem através de Atitudes.

 

 

Luciara Schneid

Jornalista

RP 7540

7º FAS - Forum ADCE para Sustentabilidade termina nesta quarta-feira (27)

O 7º FAS – Forum Associação de Dirigentes Cristãos de Empresa (ADCE) para Sustentabilidade tem nesta quarta-feira (27), seu segundo e último dia, a partir das 8h30min. Na abertura oficial, o arcebispo metropolitano de Porto Alegre, Dom Jaime Spengler, falou sobre os tempos desafiadores vividos pela humanidade, com os valores judaicos-cristãos colocados à prova e ressaltou a importância da ação das organizações existentes na sociedade para a resolução destes desafios tão complexos. Ele deu a benção aos participantes e convidou a todos para rezar o Pai Nosso.

Pela ADCE, o vice-presidente Juarez Pereira deu as boas vindas e falou sobre os objetivos do Forum, em sua sétima edição, que é incluir o homem como centro da doutrina social cristã. Da mesma forma, o representante da Geelpa, Tito Lívio Goron, falou sobre o apoio da comunidade Luterana para a realização deste evento. O assessor pastoral da ADCE Poa e RS, Carlos Dreher, convidou a todos para a celebração dos 500 anos da Reforma Luterana, quando as igrejas católica e luterana, se unem para celebrar, com a presença do arcebispo Dom Jaime Spengler e o pastor Nestor Friederich, presidente da Confissão Luterana no Brasil. A celebração ocorre na Catedral Metropolitana de Porto Alegre, na quinta-feira (28), às 19h30min. Ao final, foi apresentado um vídeo com uma mensagem do Papa Francisco.

Na primeira palestra do dia, o Físico Marcos Eberlin, pôs em xeque o Naturalismo de Darwin e defendeu a existência de Deus. Ele abriu com chave de ouro as discussões do 7º FAS - Fórum ADCE para Sustentabilidade, nesta terça-feira (26), no Teatro da PUCRS. Presidente executivo da Sociedade Brasileira do Design Inteligente, o físico defende a teoria do design inteligente - TDI, a existência de um ser, “um designer exibido e exagerado”, segundo ele, como o responsável pela criação do universo e da vida. Em sua palestra, Eberlin enumerou as diversas evidências comprovadas pela Física, Química e Biologia, para a criação de um universo equilibrado, belo e diversificado.

Segundo o cientista, a sociedade vive hoje uma crise profunda de valores e a ciência tem uma parcela muito grande de contribuição para esta crise. “Há 150 anos, o Naturalismo de Darwin, levou o homem a acreditar ser produto de um grande acidente cósmico, e que forças naturais serem a única causa da criação do universo”, disse. Segundo ele, o Big Bang começou com absolutamente nada, o  homem é produto do nada, uma filosofia do mundo que destrói os valores da humanidade, pois o seu destino final seria a aniquilação total.

“Sem intenção, sem propósito, somos tão importantes quanto os animais e perdemos a nossa importância como seres criados a imagem e semelhança de Deus”, ressalta. Segundo ele, a ciência deve revelar Deus. “E nada melhor do que um dia após o outro: após 150 anos em que abandonamos a possibilidade da existência de Deus, os dados se negam a referendar o naturalismo”. Os atributos invisíveis, as evidências claras demais provadas pela Química, Física e Biologia, comprovam a ação inteligente e suas assinaturas. “Temos um universo exagerado, com 100 bilhões de galáxias e 100 bilhões de estrelas, cada uma com uma cor específica”.

Segundo Eberlin, a terra ocupa a melhor posição no universo para que se tenha vida. “Vivemos na suíte presidencial deste universo, o melhor ponto de observação do universo, na melhor galáxia, o planeta Terra está na posição e distância certa do Sol e a Lua atua como um pêndulo de sua estabilização, as condições necessárias para que haja vida, algo muito importante e que precisa ser preservado”.

A “smart city” ou cidade inteligente foi o tema apresentado pelo sócio e diretor da Vecto Mobile e diretor da camara-e.net, Gerson Rolim, na palestra Cidades Inteligentes: Virtudes e Vicissitudes da Tecnologia. Segundo ele, cidade inteligente é aquela que faz uso de tecnologias de informação e comunicação tais como câmeras, sensores, smartphones, aplicativos e plataformas digitais como instrumentos de gestão urbana para tornar-se mais eficiente e, em última instância, melhorar a qualidade de vida dos cidadãos.

A Socialização foi o tema do Painel integrado pelo PhD em Física no campo da fusão nuclear a frio pela Tokyo University e engenheiro elétrico pela Unicamp, Dr. Antônio Benatti; o filósofo e doutor em Teologia Sistemática, Bispo Auxiliar de Porto Alegre, Dom Leomar Brustolin. O mediador do painel foi o Mestrado em Administração de Empresas pela PUCRS e Doutorado em Gestão de Empresas na Universidade de Coimbra em Portugal (aguardando defesa), Elvisnei Camargo Conceição.

As duas últimas palestras do dia versaram sobre A importância da Transcendência nas Relações Sociais, com o doutor em Filosofia, graduado em Estudos Sociais e Teologia, Luciano Marques de Jesus e A Sociedade a partir do Capitalismo Consciente, com o Engenheiro pela Escola Politécnica da USP com Executive MBA pela BSP e Seminário de Negócios em Harvard, Thomas Eckschmidt. O 7º FAS ADCE continua nesta quarta-feira (27), com início às 8h, no Teatro da PUCRS, em Porto Alegre.

 

PAS - Prêmio ADCE de Sustentabilidade é entregue durante o 7º FAS

Foi entregue na tarde de ontem o PAS - Prêmio ADCE de Sustentabilidade que é destinado a reconhecer, anualmente, na sociedade, ações que sejam voltadas para a concretização da “Sociedade Sustentável”, que se destaquem pelo ineditismo/inovação da ação, ou pelo resultado concreto obtido, não sendo “necessariamente” uma ação ambiental. O conceito de Sustentabilidade abordado pela ADCE inclui obrigatoriamente a sustentabilidade do meio ambiente, mas vai além disso, contemplando todos os mecanismos necessários para objetivarmos a “Sociedade Sustentável”.

Confira os premiados:

Regional de Caxias do Sul

Técnica Multimídia Premiada: Caxias Powermig

Troféu entregue pelo representante da ADCE Caxias do Sul, Gabriel Mognaga ao representante da empresa Theófilo Santos Lemos

Regional de Porto Alegre

Técnica Multimídia Premiada: Projeto Clube dos Produtores do Walmart Brasil

Trofeu entregue pelo presidente da ADCE Porto Alegre, Renê Ferreira, aos representantes da empresa Eduardo Cidade e Roberta Rodrigues

Regional de Passo Fundo

Técnica Multimídia Premiada: Prefeitura Municipal de Rio dos Índios

Trofeu entregue pelo representante da ADCE Passo Fundo, Ubiratan Oro ao prefeito e presidente da Famurs, Salmo Dias Oliveira

Regional Vale do Rio Pardo

Técnica Multimídia Premiada: Sicredi Vale do Rio Pardo

Trofeu entregue pelo representante da ADCE Vale do Rio Pardo, Dilmar Carvalho ao representante do Sicredi, Heitor Álvaro Petry

Regional de Santa Maria

Técnica Multimídia Premiada: Sesc de Santa Maria

Trofeu entregue pelo presidente da ADCE Santa Maria, Amilton Binatto, ao gerente do Sesc, Pedro Cesar Saccol .

 

Texto: Luciara Schneid

Jornalista

RP 7540

 

Informações: ADCE (51) 33320811 carlos@conexaosocial.com.br

Divulgue e gerencie online cursos e eventos